Socióloga e artista, observa conflitos em direitos humanos nos espaços urbanos, com ênfase no humor e na poesia. Pós-graduada em Ciências Humanas e Artes, produziu ensaios sobre a banda Os Mutantes, sobre o poeta Roberto Piva e sobre As Artes de Rua. Curadoria e Artigos sobre arte e cultura no blog sobre arte pública, o arspublica.com.br

O movimento beat

O termo Beat é de origem controversa. Jack Kerouac defendia que o termo fosse uma abreviação de beatitude. Allen Ginsberg nominava seus devassos e esquisitos amigos de farras e poesias, como beatificados – “mendigos santos sofredores e fodidos”. Outras fontes alegam que essa denominação estava relacionada à influência do jazz por sua batida, ritmo e…

As Sagradas

A peça As Sagradas, começa num ritual. Muitos símbolos são imediatamente postos em cena: o círculo, o fogo, o canto mântrico, mulheres em postura reverencial. Sabemos que testemunhamos um outro tempo e lugar. Com texto e direção de Rene Ramos Amaral, uma história é construída à partir de uma notícia que surpreendeu a todos, quando um grupo de prostitutas…

Papel da curadoria no mercado atual

  Para Fernando Pessoa, Arte é expressão pessoal independentemente do que seja. Mas essa é uma imagem bem moderna, onde a busca da autoria e da originalidade são imperativas. Mas a ideia de que a arte seja uma leitura perturbadora do senso comum faz mais sentido no tempo atual. Algo que estava adormecido no cotidiano amesquinhado por um…

Arte de rua: mitos e conflitos

Há muitos anos que convivemos com escrituras pelas cidades. São Paulo é uma dessas cidades que, a cada dia, fornece mais e novas imagens, cores, escrituras ilegíveis e grande diversidade de grafismos que causam surpresa todos os dias. Estas manifestações, no entanto, não apareceram no mundo com o Movimento Hip Hop, mas estão presentes desde…

Surrealismo: a subversão do self

Em matéria de arrancar o homem de si mesmo, há o Surrealismo e mais nada. Georges Bataille. Magritte – La reproduction interdit – 1937 Toda dor leva ao abismo. Viver é um caminho assustador, tropeçando em realizações, pesadelos, humilhações, gargalhadas, abusos ….. o desconhecido. Dar nome à dor é se furtar ao abismo da existência.…

A construção do olhar nacional

Somos demasiadamente estranhos. Muito gentis, sorridentes e solícitos, ao mesmo tempo que violentamente letais, grosseiros e vulgares. Recentemente nas Olimpíadas, as opiniões dos estrangeiros sobre o povo brasileiro, oscilou de uma visão folclorizada de índios latinos ou milionários excêntricos, para a percepção de um povo entre o caloroso e o rude. Teremos uma verdadeira face, ou somos o…

BLANCHE em São Paulo por mais um mês!

Tennessee Williams, dramaturgo estadunidense escreveu uma peça em 1947 ambientada na sufocante New Orleans, cidade sulista onde culturas tão díspares convivem sob pressão em bases afrancesadas. Com traços da religiosidade vudu haitiana com seu imperativo de mistério e perigo, mistura-se a uma sociedade operária em formação, numa região pobre e pouco industrializada do EUA durante…

Performance: A linguagem invisível

  Com uma linguagem tão pouco “vendável” é natural que ainda não estejamos estimulados para sair de casa e ver uma performance, como hoje acontece com Concertos, Shows, Exposições em Museus, etc. São poucos os eventos produzidos por Museus e Centros Culturais, como aconteceu recentemente com a mega-star Marina Abramovic (fala-se Abramovitchi), que esteve no…

PROVOCAÇÕES – exposição dos desejos libertos

Lustre – Raul de Nieves (mexicano) Envoltos pelo desejo somos impulsionados pela visão das provocações. Freud percebeu que somos seres divididos pelas pulsões: do Amor e de Morte. Eros e Thanatos. Vida e Morte. Animais, nos civilizamos, mas o esforço é inglório. Bem que tentamos, mas tudo nos provoca, tudo conecta, tudo lembra …. e disfarçamos. A visão…

João Pimenta: Mergulho na memória

Hoje em dia a roupa parte da grande e poderosa Indústria Mundial da Moda, que afirma vivermos uma grande liberdade democrática. Mas sabemos que, se pudéssemos expressar nossos desejos íntimos, entraríamos numa taxonomia, enquadrados por tempo, local, classe, etnia, bom-gosto, etc. A cada nova ideia, uma tribo é criada denominando um nicho de mercado. Embora…