Balé de formigas por Ollie Palmer

Como é possível formigas fazerem arte? O britânico Ollie Palmer teve uma ideia e a colocou em prática: trabalhando com um cientista, Palmer desenvolveu um ferormônio sintético que guia as formigas a fazerem aquilo que ele chama de “balé das formigas”, já que elas seguem o rastro dessa substância quando outra formiga encontra comida enquanto…

Pegando fogo

Não há a menor dúvida de que incêndios na natureza são uma coisa terrível. Mas as fotografias de Larry Schwarm são tão fascinantes que, por um pequeno instante, emprestam ao fogo uma aura mágica, fazendo com que esqueçamos todos os males que o fenômeno traz ao planeta. O norte-americano fotografa incêndios e queimadas há cerca…

Vidro, vapor e água sobre tela

Alyssa Monks começou a pintar com tinta a óleo quando ainda era criança. Aprimorou o talento na universidade, e obteve pós-graduação em pintura. Atualmente trabalha e vive em Nova York, onde já deu aulas de pintura em algumas universidades. Explorando a tensão entre o hiperrealismo figurativo e abstração, Alyssa utiliza filtros que distorcem os corpos…

Você não é Banksy

Jesus crucificado carregando sacolas de compras, humanoide primitivo com uma bandeja de fast food, Mona Lisa com um lança-mísseis em punho, policiais envoltos em um beijo romântico… esses são os temas de alguns trabalhos de Banksy, cuja obra é tão incrível quanto distante da realidade tal como a conhecemos. Mas, neste projeto, o fotógrafo Nick…

Ballerina Project

Quando poderíamos imaginar uma bailarina dançando ao lado de um poste de iluminação, na estação de metrô ou em frente a um prédio cheio de graffiti? A fotógrafa Dane Shitagi imaginou e resolveu clicar as bailarinas em locais onde nunca imaginaríamos encontrá-las. O mais interessante disso tudo é que Shitagi não usou uma câmera de…

Ballerina Project

Quando poderíamos imaginar uma bailarina dançando ao lado de um poste de iluminação, na estação de metrô ou em frente a um prédio cheio de graffiti? A fotógrafa Dane Shitagi imaginou e resolveu clicar as bailarinas em locais onde nunca imaginaríamos encontrá-las. O mais interessante disso tudo é que Shitagi não usou uma câmera de…

Caneta, papel e mundos curiosos

Kleverson Mariano é apenas um entre muitos que, durante a faculdade, resolveu largar tudo e transformar um hobby em profissão, no caso dele, desenhar. O estudante está sempre participando dos concursos da Zupi, cada vez contando uma nova estória. Com uma caneta ou um simples lápis, ele traça linhas espontâneas, que juntas convidam o observador…